Pesquisa

FREGUESIA

vila de alpendorada > História

Há noticia de Alpendorada referindo o ano do Senhor 870, século IX, conforme cópia na contra capa e que será o mais antigo documento Latino – Português até hoje decifrado, que se encontra em pergaminho e arquivado na Torre do Tombo em Lisboa.
A Enciclopédia Beneditina Lusitana (TomoII), dedica a Alpendorada trinta e cinco paginas e aponta a fundação do Mosteiro de S. João Baptista de Pendorada para  1024.
O Dicionário Coreografico Américo Costa, dedica a Alpendorada quase seis paginas e confirma a fundação em 1024.
O Padre Manuel Vieira de Magalhães, o elucidário de Santa Rosa do Viterbo, Pinheiro Leal em “ Portugal Antigo e Moderno “, José Matoso, etc, apontaram 1054, 1059, 1062 e 1064 como datas da fundação, mas todos confirmam a sua existência em 1834.
Falam de Alpendorada, Alberto Pimentel, século XIX, em coreografia da Terra Portuguesa e Testamento de Sangue, Camilo Castelo Branco, século XIX, em a “Bruxa do Monte Cordoba”, Raul Rego, “Jornal de Noticias”, século XX, Padre David Teixeira, “O Marcoense” de 1943, D. Rafael Abade de Singeverga, reitor do Instituto PioXII em 1992, entre outros.

Cabe aos contemporâneos, ler, reler e investigar a nossa história.

Há a necessidade de explorar e estudar os nossos monumentos, o legado dos nossos antepassados tem que ser por nós transmitidos aos vindouros, este tempo em que a ciência e a electrónica fazem autênticos milagres, facilitando-nos a tarefa, não podemos  permitir que no futuro apareça uma lacuna ou lapso no tempo, diria mesmo uma falha de memória no raiar do terceiro milénio  na Historia de Alpendorada e Matos